segunda-feira, 21 de abril de 2014

Bispo católico de Uganda incentivou o genocídio aos lgbts

Bispo Católico aproveitou das atividades da páscoa e  Solicita Genocídio de Gays
UGANDAN CATÓLICA PEDE MENSAGEM DE PÁSCOA GENOCÍDIO DE GAYS

MENSAGEM CATÓLICA IGREJA EM UGANDA - bênçãos para todos os cristãos que têm trabalhado tão duro para fazer Jinja uma terra livre de pessoas homossexuais

por Melanie Nathan , 20 de abril de 2014.

Screen Shot 2014/04/20 em 9.24.33 AM
A imagem do bispo Charles Martin Wamika em uma visita Boston Igreja
O Bispo da Diocese de Jinja a Igreja Católica , o bispo Revmo. Pe. . Charles Wamika , na Mensagem de Páscoa de hoje entregue no St. Chalres Lwanga Igreja Católica, elogiou os deputados do Parlamento Europeu para a Lei Anti- Homossexualidade , que fornece a vida na prisão para gays ( LGBTI) em Uganda. O bispo pediu uma bênção para os cristãos de Uganda que trabalharam tão duro para "libertar a terra de gays . 'The Bishope também pediu para os pais a entregar seus filhos gays às autoridades , para que eles seriam recompensados ​​no céu. Eu chamaria isso de uma declaração elogiando e pedindo um genocídio.

Desde a aprovação da Lei contra a Homossexualidade em Uganda, gays , lésbicas , bissexuais , transgêneros e intersexuais ( LGBTI) ter ido se esconder. A lei, que institucionaliza a homofobia e afirma a perseguição de pessoas LGBTI , foi realizada em estima, a maior reverência e elogiado pela liderança cristã em Uganda , a ponto de realizar comícios para recompensar os parlamentares eo presidente , Yoweri Museveni . A comunidade de Uganda Igrejas e cristã, (com exceção de um punhado , que foram banidos e envergonhados por sua atitude compassiva e de afirmação , ) conduziram o ataque contra os gays .

Screen Shot 2014/04/20 em 9.24.22 AMWe têm desafiado os líderes cristãos notáveis ​​tais como Joel Osteen e outros que estão por vir para a frente e condenam a lei, e para distinguir suas marcas do cristianismo do que foi apresentado nos palcos e ruas de Uganda, mas nenhum o fez .

Agora um jovem na clandestinidade, desafia o Papa , o Papa Francis , como a posição oficial da Igreja Católica em Uganda, neste domingo de Páscoa parece enviar uma mensagem de extremo ódio, exacerbando o terror sentido por gays na clandestinidade.

Como esta lei em Uganda parece copiar o curso da Alemanha nazista, o bode expiatório , ea forçar de uma minoria em acampamentos e morte, a Ann Franks de Uganda permanecer no terror, questionando se o Papa vai repetir os erros da Igreja Católica durante Hitler o Holocausto?

A partir da voz de um jovem " acusado " de ser gay que está escondido em Uganda:

" O Bispo de Jinja Diocese - Bispo Revmo. Pe. . Charles Wamika , na Mensagem de Páscoa de hoje entregue no St. Chalres Lwanga Igreja Católica, elogiou os membros do Parlamento para tomar uma posição para fazer com que o projeto de lei anti- homossexualidade aprovada em lei , ele foi em frente e convidou os fiéis a votar em Presidente Museveni em 2016 eleições gerais para a assinatura do projeto de lei .

Ele lembrou aos cristãos que , tem sido uma lei e enviou bênçãos a todos os cristãos que têm trabalhado tão duro para fazer Jinja uma terra livre de pessoas homossexuais. Ele disse que ao longo da história humana, a Igreja Católica lutou mal e sangue foi derramado , ele apelou a todos os cristãos a fazer tudo o que podem em seus próprios meios para limpar a cidade.

Surpreende-me que um bispo bem educado, bem viajado e estudado em diferentes países ocidentais usa sua posição para justificar assassinato . Ele pediu aos pais gays suspeita crianças para lidar com eles às autoridades e sua recompensa no céu. Isso é muito ódio. Eu me pergunto se vamos ouvir do Papa sobre este assunto. Se não, eu perco toda a esperança. "

A minha maneira de pensar neste domingo de Páscoa o Uganda Bispo de Jinja , de fato, chamado para o extermínio dos gays . Espero Papa Francis tem uma grande Páscoa , enquanto ugandenses Gays tem que ouvir esse ódio pulverização a partir de seus Bispos. Acho que este Bispo Recorde-se e colocar a pasto . Talvez uma petição é chamado para. E o que dizer de um pedido de desculpas e uma clara mensagem do Papa Francis sobre este assunto trágico.

ATUALIZADO 21 de abril de 2014 :

Bem, eu estou muito mais rápido do que hte mídia ugandenses que tem prestado um pouco mais de tinta para esta bem ! Aqui estão algumas citações de outros membros do Clero de Uganda fornecendo contusão mais gay nesta Páscoa da seguinte forma:

No distrito de Tororo , Bispo Emmanuel Obbo , o Arcebispo de Tororo Arquidiocese , pediu a todos os cidadãos que apoiaram a lei anti- homossexualidade estabelecer a ganância, a corrupção e " colocá-los à morte e deixar generosidade se levanta dentro de nós e fluir em abundância " . - (http://www.monitor.co.ug/News/National/Embrace-national-ID-card-registration–Church-tells-Christians/-/688334/2286642/-/14w5uhkz/-/index.html)

Sinta-se livre , os leitores a interpretar aquele que você vai!

"Acorde Ministérios Pastor Martin Nangoli pediu aos líderes para lidar com as necessidades mais prementes. " Nosso querido Presidente fez -nos orgulhosos por assinatura do anti- gays Bill em lei. Assim, cada um de nós deve se arrepender, buscar a Deus , se esforçam por perdão e renovar nossas vidas espirituais para criar a paz para o desenvolvimento " , disse o Pr Nangoli . Acima de tudo, devemos saber que qualquer sociedade que quer crescer com valores sociais devem proteger a família. Devemos descartar a homossexualidade para proteger o casamento " , acrescentou.
Fonte;

MELANIE ‘S WORK

Melanie Nathan, is known for her international human rights advocacy for LGBTQI asylum seekers, Uganda Kill the Gays Bill, Corrective Rape issue in South Africa, and equality activism in the USA; especially on the issue of bi-national same-sex couples struggle for green cards in the USA. Please feel free to Contact her if you have Tips, a story to tell - at nathan@privatecourts.com See CV at http://www.visualcv.com/melnathan

 Solicitamos que todas as pessoas defensoras dos direitos humanos envie protesto  contra a posição do Bispo em incentivar  o genocídio da comunidade lgbt de Uganda.
Eu particularmente pedimos que você entre em contato com o bispo , se você está em um papel de liderança da Igreja e também se você é católico. Por favor, lembre-se de ser educado e não se rebaixar ao seu nível de ódio. Isso só vai piorar a situação para os gays , como você vai dar tudo LGBTI uma má reputação , permitindo que os inimigos de pensar que eles têm motivo para nos encaixar como o diabo ! Acabar com o ciclo mas não Declare suas crenças e desagrado em termos fortes.
We ask that all human rights defenders people send protest against the position of Bishop in the genocide of incebtivar lgbt comunudade Uganda. 

However we ask that you contact the bishop, if you are in a leadership role of the Church and if you're Catholic. Please remember to be polite and not stoop to their level of hatred. This will only worsen the situation for gays, as you'll be all LGBTI a bad reputation, allowing enemies to think they have reason to fit in as the devil! End the cycle but not declare their beliefs and displeasure in strong terms.

Aqui estão as informações de contato para o Bispo :





Screen Shot 2014/04/20 em 10.40.40 AMCONTACT INFORMAÇÃO Diocesano Endereço: PO Box 673, Jinja - Uganda , África Oriental
Website: http://jinjadiocese.org/bishop.html
Telefones: Bispo Residence / Escritório : +256- (0) 43-4120247 - bloco Administrativo: +256- (0) 43-4122347 Fax: +256- (0) 43-4123143 Celular : +256- (0) 77 - 2836246


Reunião mensal do grupo 28 de junho














Venha á reunião do grupo 28 de junho.
Data. dia 25 de abril - Sexta feira
Ás 19 horas.
Rua Paes Leme 465

Bairro bandeirante.
Ref
ônibus  que vai de nova Iguaçu para Austin ou morro agudo
Descer em frente a danceteria gregos e troianos.


Fique atento.
Entre as atividades teremos
1- coquetel de lançamento da parada
2- barraca de achados e perdidos
3- fiscal  em cima dos trios elétricos.
4- equipe de apoio( seguranças)
5 -organizar o elenco de show
6 -distribuir lanche para os policiais de plantão no evento.
7- Equipe multidisciplinar de saúde ( técnico de enfermagem, enfermeiro , medico).
8- Diretoria do grupo 28 de junho
9- Centro de referencia de combate a homofobia de Nova Iguaçu


Sua presença é muito importante;

Contato
93628785 da claro
988093507 oi
/98630-0431 da oi

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Ex-boxeador vitima de homofobia


Ex-boxeador diz ter sido demitido por assumir homossexualidade

Estivador diz ter sido demitido após empresa saber de sua opção sexual.
Empresa confirma desligamento, mas afirma que não houve preconceito.


Donizeti e Maycon são companheiros há 15 anos em Santos, SP (Foto: LG Rodrigues / G1)Maycon e Donizeti (direita) são companheiros há 15 anos em Santos, SP (Foto: LG Rodrigues / G1)
Um estivador, ex-boxeador profissional, foi demitido e acusa a empresa de tê-lo dispensado por ele ter assumido ser homossexual. Donizeti Machado Junior, de 39 anos, procurou o Sindicato dos Estivadores em Santos, no litoral de São Paulo, e agora diz que vai denunciar a empresa na Justiça do Trabalho por danos morais e intolerância sexual.
O presidente do Sindicato dos Estivadores de Santos, Rodnei Oliveira da Silva, diz que ficou surpreso com a atitude da empresa.  “Primeiro o sindicato ficou totalmente estarrecido com essa questão. Fomos pegos de surpresa. Vivemos no embate com essa empresa e as demais, mas nunca esperava ter uma discussão nestes termos. É um problema ainda maior uma empresa com um nome forte em toda a América Latina estar tomando uma atitude dessas”, diz.
Rodnei afirma que o Sindicato dos Estivadores já acionou o departamento jurídico e designou um advogado para tratar do caso, assim como disponibilizará atendimento psicológico para o profissional e seu companheiro. “Estamos prestando amparo com o associado que sempre teve conduta honrosa, sempre cuidou de suas obrigações e não há nada que desabone a conduta dele. Sempre foi um companheiro respeitador, então esperamos que seja feita Justiça, um reconhecimento ao direito dele que foi violado”, declara.
Presidente do Sindicato dos Estivadores, Rodnei Oliveira da Silva, em Santos (Foto: LG Rodrigues / G1)Rodnei Oliveira da Silva diz ter ficado surpreso com
ocorrido (Foto: LG Rodrigues / G1)
O desentendimento entre Donizeti e a Santos Brasil teria começado, de acordo com o estivador, no momento de assinar o plano de saúde, quando ele colocou o companheiro, Maycon Lopes Simões, como seu beneficiado. O presidente do sindicato diz que o mesmo procedimento ocorreu no momento da assinatura do plano fornecido para os sindicalizados. “Possuímos um plano de saúde junto à Santa Casa, um plano da categoria, seus familiares e seus dependentes. Tanto o sindicato quanto a Santa Casa reconheceram o Maycon como companheiro e entendem que é um direito deles”, relata.
G1 entrou em contato com a Santos Brasil, que confirmou o desligamento do portuário, porém refuta a acusação de que tal ato esteja ligado à opção sexual do ex-funcionário. A empresa repudia qualquer acusação de homofobia e informa que possui em seu quadro funcional profissionais com relacionamentos homoafetivos, cujos companheiros estão devidamente inclusos como dependentes em plano de saúde e outros benefícios sociais.
O advogado do Sindicatos dos Estivadores e responsável pelo caso, Renato Vieira Ventura, diz que recebeu as informações de Donizeti, que irá até a empresa na terça-feira (22) para receber os direitos rescisórios dele e já apresentou documentação preliminar. “Na próxima quarta ou quinta-feira estaremos ingressando com uma ação judicial contra a empresa para buscar os direitos dele. O que a empresa fez é algo deplorável. A Justiça vem ao longo dos anos repreendendo de maneira forte toda e qualquer atitude de uma empresa com relação ao funcionário e atitude como essa, de preconceito com relação a opção sexual dele”, afirma.
Renato Vieira Ventura é oadvogado do caso de Donizeti, em Santos, SP (Foto: LG Rodrigues / G1)Renato Vieira Ventura é o advogado do caso de
Donizeti, em Santos, SP (Foto: LG Rodrigues / G1)
Dependendo do resultado do processo, a empresa pode ser obrigada a pagar um valor de 100 a 300 salários do funcionário como indenização a título de dano moral. “Juridicamente ele sofreu um dano moral, e esse dano moral é que vamos buscar o ressarcimento. Com relação ao preconceito, o crime em si, a gente vai pedir dentro da ação a expedição de ofício para o Ministério Público do Trabalho, para o Ministério Público Estadual e Federal para que se apure a prática do delito que a gente entende que também ocorreu”, conclui.
Sindicato dos Estivadores de Santos, no litoral de São Paulo (Foto: LG Rodrigues / G1)Sindicato dos Estivadores de Santos, no litoral de São Paulo (Foto: LG Rodrigues / G1
Fonte G1
)

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Quer ser voluntário?

Quer ser voluntário da 11a parada lgbt de Nova Iguaçú.?
Ja estamos relacionado as pessoas que  queiram ser voluntárias desse grande evento culltural.
Quem se interessar pode ligar para;

93628785 da claro
/98630-0431 da oi


Fique atento.
Entre as atividades teremos
1- coquetel de lançamento da parada
2- barraca de achados e perdidos
3- fiscal  em cima dos trios elétricos.
4- equipe de apoio( seguranças)
5 -organizar o elenco de show
6 -distribuir lanche para os policiais de plantão no evento.
7- Equipe multidisciplinar de saúde ( técnico de enfermagem, enfermeiro , medico)...



93628785 da claro
/98630-0431 da oi


A  PARADA LGBT NÃO É UM CARNAVAL FORA DE ÉPOCA.
ELA EXISTE PARA COMEMORAR ALGUMAS CONQUISTAS SOCIAIS E PARA DENUNCIAR A VIOLÊNCIA CONSTANTES  PRATICADA CONTRA LGBTS










Sobre agenda do grupo 28 de junho

As pessoas interessadas em participar do grupo 28 de junho podem  ligar  para a diretoria.

93628785 da claro
/98630-0431 da oi
988093507/
975923823
.






11a parada lgbt de nova iguaçu


Este ano esperamos que possamos ter uma parada mais  participativa com a presença da família iguaçuana  alem de outros Municípios da baixada fluminense.
Compartilhe essa idéia.

sábado, 15 de março de 2014

Laysa Lysa foi assassinada hoje.

CIDADES E REGIÃO - CRIME

Ator que deu vida a Laysa Lysa e Palhaço Alegria é assassinado

David da Costa Moreira foi morto com um tiro no lado direito do pescoço
 Thiago Macedo

David da Costa Moreira foi morto com um tiro no lado direito do pescoço

O ator e animador cultural David da Costa Moreira, criador e intérprete de Laysa Lisa e do Palhaço Alegria foi encontrado morto, na calçada de uma residência na Rua Cardoso de Melo, no Parque Rosário, em Campos, na madrugada deste sábado (15/03). 
Segundo a Polícia Militar, David, que tinha 38 anos, foi assassinado com um tiro no lado direito do pescoço. O corpo dele foi encontrado caído sobre uma calçada de uma residência abandonada.
No interior da casa, a perícia do Posto Regional de Polícia Técnica e Científica (PRPTC) recolheu dois preservativos usados que, posteriormente, poderão ser encaminhados para exames, no Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE). Já no short de David, que no momento do crime estava usando uma peruca, muito utilizada para dar vida ao personagem Laysa Lisa, só foi encontrada a chave de sua residência. 
A produtora do ator, que terá o nome preservado, contou à equipe de reportagem do Site Ururau que na noite de sexta-feira (13/03) eles foram para um show na quadra de samba, próximo ao local do crime, mas quando foram embora, ele saiu acompanhado de uma pessoa. Por volta das 03h45 David mandou uma mensagem para o celular  da produtora avisando que estaria voltando para casa, porém dez minutos depois, ele enviou outra mensagem pedindo socorro. 
Quando a produtora e um amigo, que também estava no samba, chegaram ao local, David já estava caído e sem vida. Eles acionaram a Polícia Militar, mas nenhum suspeito foi encontrado. A vítima morava no Recanto das Palmeiras. 
O corpo de David foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Campos para exame de necropsia e, posteriormente ser liberado para sepultamento.  O homicídio será investigado pela 134ª Delegacia Legal do Centro.
Segundo um amigo do David, o ator não tinha nenhum tipo de inimigos. "Ele sempre foi uma pessoa muito querida por todos e estava sempre de bom humor, nunca soube de nenhum tipo de briga ou inimigos que ele poderia vir a ter", contou João.

Fonte, http://www.ururau.com.br/